80% dos compromissos assumidos em 2012 foram cumpridos

A avaliação do Plano de Governo do prefeito Napoleão Bernardes aponta que 80% dos compromissos assumidos em 2012 foram cumpridos. Segundo o documento, das 224 propostas firmadas junto à comunidade, 173 foram atendidas integralmente. Os números representam a eficiência da gestão em atender as necessidades das pessoas mesmo em uma das piores crises econômicas do país.

Ao longo dos últimos três anos e meio, compromissos importantes foram tirados do papel e concretizados para o bem dos blumenauenses. São medidas que fazem a diferença na vida das pessoas, como a entrega de medicamentos na casa dos pacientes acamados, o horário ampliado até a meia-noite de quatro dos sete ambulatórios gerais e a criação de 2500 novas vagas em creches.

Com um orçamento considerado desafiador em virtude da queda na arrecadação, que chegou a R$27,9 milhões no período de janeiro a julho de 2016 em comparação ao mesmo período de 2015, foi preciso definir prioridades. Saúde e educação foram as principais áreas de investimento, com quase R$ 900 milhões de reais aplicados, sendo cerca de R$ 250 milhões de recursos próprios a mais do que o estabelecido por lei.

No setor de infraestrutura e mobilidade, foram aplicados outros R$72 milhões, possibilitando a entrega de 78 ruas pavimentadas e a construção de 12 novas pontes. Além disso, mais 12 ruas seguem em obras e 3 pontes estão em construção. Na área social, foi entregue à comunidade o Banco de Alimentos e a Cozinha Comunitária, duas importantes ferramentas de segurança alimentar. Além disso, em 2015, a comunidade foi beneficiada com a implantação do Cartão BluSUAS, que substituiu a tradicional entrega de cesta básica por um cartão alimentação. A medida deu às famílias a liberdade de escolher os gêneros alimentícios que melhor atendem suas necessidades.

Para garantir a realização das obras e a implantação dos projetos que a comunidade precisa, foi necessário adotar medidas para manter o equilíbrio financeiro da estrutura pública. Uma das primeiras ações no início do governo, e que era um compromisso de campanha, foi a redução de três secretarias municipais e de 83 cargos comissionados.

A reforma administrativa gerou uma economia de R$4,4 milhões ao ano, possibilitando viabilizar outras ações, como a implantação de 9 academias ao ar livre, o desenvolvimento de projetos como o Parque da Leitura, ampliação da coleta seletiva para mais 124 ruas, expansão de 57,4 quilômetros de novas redes de abastecimento de água e muito mais.

Transparência
Conheça o nosso Plano de Governo 2013-2016 e tudo o que foi feito. Se desejar conferir diretamente as realizações no seu bairro, clique no menu Realizações. Nele você encontra uma síntese do que foi feito em cada região. Basta selecionar o bairro desejado e clicar em Aplicar.